Piecitos no Brasil

Escolas no Brasil

811 alunos em 9 escolas: Pouso Alegre, Teófilo Otoni (2), Águas Lindas de Goiás, Manaus, Belford Roxo, Olinda, Santa María e Piraquara.

Incorporada em 2011, educa 13 crianças.

Situação inicial: condições muito precárias. A cozinha, o telhado, os banheiros e os pisos com vazamentos e buracos. As instalações elétricas estavam em más condições. Situação de abandono pelas autoridades.

Situação atual:

  • Infraestrutura: reforma total. Um refeitorio e um campo esportivo foram construídos, oferecendo aos alunos, professores e comunidade um espaço seguro para atividades esportivas e eventos culturais.
  • Treinamento nutricional: a escola tem uma horta escolar desde 2013 para reforçar a alimentação e consumir os excedentes em casa. Desde 2016, as hortas são utilizadas também como espaços de aprendizagem para reforçar diversas matérias.
  • Melhoria Educacional: são desenvolvidas atividades para reforçar a leitura, concursos de ortografia e soletreo além de apresentações culturais. Para reforzar temas de segurança e cidadania, tem sido feitas atividades em parceria com a Polícia Militar, a Prefeitura e os Bombeiros.
  • Promoção do esporte: desde o ano de 2016 são promovidas gycanas como uma atividade transversal nas escolas brasileiras para estimular o esporte e a competição saudável. Além disso, um voluntário com estudos em Educação Física realiza atividades esportivas mensais.

Incorporada em 2011, educa 24 crianças.

Situação inicial: a infraestrutura estava em condições muito precárias. Os banheiros e a caixa de  água precisavam de reparos urgentes.

Situação atual:

  • Infraestrutura: Reabilitação profunda, reforço da estrutura, construção de um sistema hidráulico e reparo dos banheiros.
  • Treinamento nutricional: a escola tem uma horta escolar desde 2014, na qual, além de aproveitar o consumo de alimentos saudáveis ​​no centro, reforçam várias disciplinas escolares.
  • Melhoria educacional: reforço intenso da escrita e da leitura com trabalho permanente de voluntários e da comunidade educacional. Em 2018, os alunos desta escola participaram do projeto de Iniciação à Arte, abrindo seus horizontes e criando um Museu da escola que exibia artigos antigos das famílias e dos próprios voluntários.
  • Promoção do esporte: a prática esportiva é promovida desde 2016 como uma atividade transversal para estimular o esporte e a competição saudável. Além disso, um voluntário realiza atividades esportivas mensais.

Incorporada em 2011, educa 94 crianças

Situação inicial: infraestrutura com vazamentos, rachaduras, má iluminação e problemas elétricos. A escola estava prestes a fechar e deixar uma população desatendida  composta de fazendeiros de morango (na maior parte uma população sazonal).

Situação atual:

  • Infraestrutura: troca de tetos, instalações elétricas, reparo de pisos, paredes e banheiros; bem como melhorias nas salas de aula e área administrativa. Foram construidas também rampas para melhorar a acessibilidade.
  • Treinamento nutricional: desde 2013 existe um pomar, utilizando os alimentos obtidos para reforçar a dieta diária dos alunos.
  • Melhoria educacional: desde 2015, são promovidos passeios culturais a museus da região e também de São Paulo. Em 2017, a escola participou do projeto de Iniciação à Arte com dois voluntários, podendo visitar o Museu de Arte de São Paulo. Em 2018, voluntários da cidade e da área de Segurança do Trabalho desenvolveram o projeto piloto “Prevenção de Riscos, Acidentes Zero”.
  • Promoção do esporte: gincanas são desenvolvidas desde 2016, promovendo a prática esportiva na escola, com a participação de voluntários e entrega de equipamentos esportivos.

Incorporada em 2013, educa 91 crianças.

Situação inicial: Era necessário reabilitar o poço de água e expandir as instalações escolares com a construção de banheiros e espaço de saneamento.

Situação atual:

  • Infraestrutura: Foi construida uma sala adicional, banheiros e o refeitório. A parte elétrica e hidráulica foram reparadas e  foi entregue material para à prefeitura com o objetivo de cobrir o pátio.
  • Treinamento nutricional: a escola possui uma horta e apesar da grande estação seca que esta cidade enfrenta é possível aproveitar a maior parte do ano letivo. Os professores e os alunos receberam treinamento de pessoal técnico para a boa gestão do espaço.
  • Melhoria educacional: palestras sobre educação em higiene bucal são realizadas anualmente em parceria com dentistas da prefeitura. Os alunos participaram do projeto Iniciação à Arte, aprendendo também à arte regional e visitaram um centro de arte local. Eles também aprenderam a criar um biodigestor para aproveitar os resíduos orgânicos da própria escola e melhorar o solo do jardim usando fertilizantes e aprendendo sobre energia renovável. Também foram realizadas ações de reforço da leitura.
  • Promoção Esportiva: é realizada uma gincana esportiva com a participação de voluntários anualmente.

Incorporada em 2013, educa 50 crianças.

Situação inicial: Construída inteiramente de madeira, com vazamentos no telhado e sofrendo inundações a cada chuva. Situação de risco e insalubridade para os alunos e a comunidade. A comunidade apresentaram dificuldades de inter-relação e muita desconfiança em relação aos visitantes.

Situação atual:

  • Infraestrutura: Uma nova escola foi construída com três salas de aula, um espaço de leitura, refeitorio, cozinha, espaço para almacenar os alimentos e uma área para professores. Além disso, dois quartos  básicos foram construídos com um banheiro para acomodação de professores. Graças aos voluntários, foi construida também uma cerca de proteção.
  • Treinamento Nutricional: foi construido uma pomar mantido por estudantes, professores e a comunidade. O treinamento de um agrônomo foi recebido para a boa manutenção do espaço.
  • Melhoria Educacional: em 2018, os alunos receberam o Curso de Iniciação à Arte. Em parceria com estudantes da Universidade do Amazonas, foram realizadas aulas preventivas de educação em higiene bucal para alunos e professores por dois anos consecutivos. Além disso, eles visitaram espaços de sua cidade como Museus e o Cinema, pela primeira vez, saindo das ilhas.
  • Promoção do Esporte: A Gincana Piecitos Colorados foi realizada como nas demais escolas no Brasil cada ano, promovendo a competição esportiva e saudável no futebol, vôlei e natação.

Incorporada em 2013, educa 160 crianças.

Situação inicial: A infra-estrutura representava um risco para estudantes e professores, porque havia sido reabilitada informalmente de acordo com as necessidades da comunidade. Assim, a ventilação, a iluminação, os tetos e as paredes, além dos banheiros e das instalações elétricas, estavam em más condições.

Situação atual:

  • Infraestrutura: reabilitação e construção de banheiros e salas de aula. Dapatação de uma biblioteca e um espaço para dança e karatê. A escola tornou-se referência no bairro, representando um espaço seguro para os alunos e suas famílias.
  • Treinamento Nutricional: pomar vertical alguns vegetais que são usados ​​em lanches. Foram desenvolvidas atividades para estudar sobre os nutrientes e preparar receitas fáceis na própria escola. 
  • Melhoria Educacional: o projeto de Iniciação à Arte foi desenvolvido através da introdução de 38 alunos cariocas em um ambiente até então desconhecido. Visitas educacionais são feitas anualmente a importantes museus do Rio de Janeiro.
  • Promoção do Esporte: a escola participa da gincana esportiva Piecitos Colorados onde, além disso, incorporou jogos tradicionais.

Incorporada em 2015, educa 255 crianças

Situação inicial: A infraestrutura da escola era física, hidráulica e eletricamente envolvida, representando um alto risco para todos. As salas de aula ficavam inundadas em dias chuvosos. Pisos e tetos com lacunas, além de vazamentos. O desempenho escolar era muito baixo.

Situação atual:

  • Infraestrutura: Foi realizado um profundo trabalho de reabilitação, construção e melhoria da infraestrutura com reparação das salas de aula, aproveitamento dos espaços e renovando a rede elétrica, além de possibilitar um pátio interno e uma nova cozinha, banheiros e área para professores.
  • Treinamento Nutricional: salas de aula de alimentação saudável foram realizadas e as frutas foram incorporados na dieta diária e nos lanches consumidos nos passeios. O impacto foi muito positivo. Desde meadiados de 2019, a escola conta com uma pequena horta cuidada pelos próprios alunos. 
  • Melhoria Educacional: são realizados passeios culturais alinhados aos temas estudados anualmente. Palestras motivacionais orientadas para estudos profissionais são dadas pelos voluntários, e salas de aula de Inglês foram incluídas, bem como a prevenção de riscos e segurança. Além disso, os alunos desfrutaram de uma peça teatral pela primeira vez. Voluntários de Olinda ministraram o Curso de Iniciação à Arte em 2017.
  • Promoção do Esporte: A Gimcana Piecitos Colorados foi desenvolvido desde 2016 com a participação ativa de voluntários e estudantes. Salas de aula de ioga também são realizadas.

Incorporada em 2017 educa 92 crianças

Situação inicial: Escola em condições precárias construídas inteiramente em madeira há mais de 30 anos. Devido ao clima e as condições climáticas extremas, a estrutura foi comprometida sem a possibilidade de reutilização.

Situação atual:

  • Infraestrutura: Foi construida uma nova escola devido ao deterioro da infraestrutura encontrada com salas de aula, cozinha, refeitorio, biblioteca e espaço para os professores. A escola foi inaugurada em agosto de 2019. 

Incorporada em 2019 educa a 32 menores.